quinta-feira, 28 de agosto de 2008

"são dois lugares tão diferentes mas eu sinto, dentro, que é sempre o meu lugar. e respiro. fundo. e sei que estou inteira ali mesmo que o mundo desmorone à minha volta e dentro de mim. sei que estou inteira naquele significado do que sou. num telefone que me filma ou que se acende só para dizer "estou aqui", em cada olhar que se cruza com o meu por um momento, em cada palavra que eu quis tirar de mim em estado puro, descontaminar de mim, tornar lugar de pessoas, de sentir pessoas, de ser um gesto quente que nos une, de sermos tantos num lugar que pode sempre ser maior para sermos tantos, sempre, nesse lugar, quer seja no Casino do Estoril ou na Praia da Vitória ou onde quer que nos encontremos assim.
são tantos lugares, tantos tão diferentes, mas eu sinto, dentro, que aí é sempre o meu lugar. "


Mafalda Veiga



São muitas vezes gestos simples como estes que nos fazem ser com ela...

1 comentário:

Gloria Gaynor disse...

nao sei quem sou, nao sei dizer onde me encontro mas reconheço o meu lugar, o sitio onde pertenço e a quem pertenço e me dou. dou me a ti. vamos procurar o lugar onde existimos nós e nao apenas uma. estou sempre de mao dada contigo smiga.